Boa Cama Boa Mesa - Vila Nova de Gaia

O Boa Cama Boa Mesa e o inconfundível Martim Cabral vieram a Vila Nova de Gaia, fazer uma reportagem sobre o melhor que a cidade tem para oferecer. O Cantinho das Aromáticas foi paragem obrigatória.  
 
Nos nossos jardins produtivos são produzidas infusões, tisanas e condimentos, servidas em alguns dos melhores hotéis e restaurantes do país. O Martim levou perpétua-roxa, para que nunca lhe falte a sua inconfundível voz, a relatar o melhor que se faz em Portugal.
 

 

Share this:

OFICINAS DE TEAM BUILDING E COOPETIÇÃO

OFICINAS DE TEAM BUILDING E COOPETIÇÃO

O QUE SÃO?
No processo produtivo do Cantinho das Aromáticas, são executadas dezenas de tarefas, como semear, propagar plantas, plantar, envasar, colher e secar. Todos os anos, centenas de pessoas procuram o nosso espaço, para participarem nas diversas tarefas agrícolas, com diferentes objetivos.
 
Todas estas tarefas estão agora ao seu alcance, em forma de oficinas, nas quais pretendemos proporcionar a si e/ou à sua empresa, uma verdadeira experiência de coopetição. 
 
O uso deste espaço contribui de forma significativa para que as pessoas se sintam mais felizes e satisfeitas com a vida, alterando os seus hábitos e desenvolvendo as suas capacidades pessoais.

ONDE
Cantinho das Aromáticas
Rua do Meiral, 508
4400-501 Vila Nova de Gaia

DESTINATÁRIOS
Colaboradores de empresas.

OFICINAS DISPONÍVEIS
Oficina de secagem de plantas aromáticas;
Oficina de floreiras de plantas aromáticas;
Oficina de colheita e seleção de plantas aromáticas;
Oficina como preparar corretamente uma infusão + prova de infusões.

Para informações adicionais, contactar:

Telefones: 227710301/912260714
Email: maria@cantinhodasaromaticas.pt
 

 

Share this:

Encomende os nossos produtos na Glovo!

Reside no Grande Porto e sente uma vontade muito grande de provar as infusões, tisanas, chás ou condimentos do Cantinho das Aromáticas?

Basta aceder à aplicação da GLOVO e escolher os seus produtos favoritos!

Aproveite a campanha de entrega grátis! No momento da compra, introduza o código TESTEAGLOVO.
 
Em poucos minutos receberá a sua encomenda! Do agricultor para sua casa!

As encomendas podem fazer-se de segunda a sexta-feira, entre as 09,00 e as 17,00 horas.
 

 

Share this:

Homenagem da Freguesia de Canidelo

No dia 25 de Abril, o Cantinho das Aromáticas foi homenageado pela Junta Freguesia de Canidelo, pelo seu papel em prol da comunidade.
 
Muito obrigado por esta homenagem, que muito nos honra. E parabéns à Senhora Presidente, Maria José Gamboa, pelo excelente trabalho que com a sua equipa tem desenvolvido nesta freguesia.
 
Foram também homenageadas figuras de relevo da nossa freguesia. Destaco o caro Professor António Rocha, por quem tenho uma dívida enorme.
 
Foi uma das pessoas que me socorreu num terrível acidente em Setembro de 2008. Na zona do Cabedelo, cai de bicicleta e fiquei em muito mau estado, estendido no chão.
 
Teve a amabilidade de me socorrer e permitir que ainda por aqui ande, na missão de evangelização da humanidade para os benefícios das plantas. Uma de tantas pessoas boas da nossa comunidade!
 


 

Share this:

Empresa Ubuntu - Empresa Amiga da Comunidade

O Instituto Padre António Vieira – IPAV está a desenvolver o projeto de intervenção comunitário Ubuntu no Bairro, com o apoio da Câmara Municipal de Gaia, e em colaboração com o projeto municipal Meu Bairro Minha Rua, com o objetivo de contribuir para a (re)construção de comunidades mais participadas e, por isso, mais coesas e fortes.

O projeto Ubuntu no Bairro trabalha a educação cívica e a coesão social, convocando para tal, todos os agentes presentes no território: Escolas, Empresas, Famílias e Comunidade.
 
O Cantinho das Aromáticas foi ontem distinguido com o “Selo Empresa Ubuntu”.

Esta distinção Empresa Ubuntu - Empresa Amiga da Comunidade, representa uma honra enorme para a nossa equipa, já que a seleção é feita pelas associações e instituições da sociedade civil de Vila Nova de Gaia, reconhecendo e valorizando assim o nosso papel enquanto construtores de comunidade.

Ficamos também a conhecer o trabalho que tem sido desenvolvido pelos Clubes Ubuntu junto da comunidade gaiense, e estamos disponíveis como sempre para ajudar no que estiver ao nosso alcance. 

Muito obrigado!
 

 

Share this:

MAGNÓLIA-FIGO (Port Wine Magnolia)

O que tem uma banana, as flores de uma rara magnólia pré-histórica e vinho do Porto vintage em comum?!  
 
Um aroma de tal forma viciante que aciona o mecanismo do desejo. Quero que esteja sempre comigo, nem que para isso tenha que o encerrar num frasco para o poder sentir quando e onde quiser.

Preparada/o para ler um dos mais fascinantes relatos sobre plantas que já escrevi?! Vamos lá!

A magnólia-banana foi inicialmente descrita em 1790 pelo missionário e naturalista jesuíta português, João de Loureiro, como Liriodendron figo, na sua obra Flora Cochinchinensis, página 347, da qual partilho uma imagem.

Mais tarde foi reclassificada como Michelia figo pelo botânico alemão Curt Polycarp Joachim Sprengel. Em 2006 passou a designar-se como Magnolia figo.

No entanto as Michelia sp. diferem das Magnolia sp., porque florescem entre as folhas e não nas extremidades dos caules.

Considerado um dos mais importantes botânicos europeus do século XVIII, o padre João de Loureiro reúne consenso internacional como um grande especialista em flora asiática. A sua vida e obra são absolutamente extraordinárias, ainda que lamentavelmente a sua memória se encontre algo perdida…

É um arbusto perene compacto, de crescimento lento, que pode atingir 4 metros de altura. Conheço alguns exemplares que assumiram porte arbóreo.

Ao longo do fim do Jurássico e de todo o Cretáceo, várias espécies de magnólias criaram bosques mistos com gimnospérmicas, numa exuberante combinação florística que deu origem às atuais angiospérmicas, iniciando assim o declínio do domínio das coníferas e gimnospérmicas em geral.

Existem fósseis destas plantas com 95 milhões de anos! Podemos imaginar insetos pré-históricos esvoaçando entre as suas flores perfumadas. Ramos e flores serviram de pasto a várias espécies de dinossauros, juntamente com fetos e cavalinha!

Existem registos da sua introdução nos jardins de Lisboa entre 1850 e 1900. Esta espécie é originária da China.

A magnólia-banana é assim designada graças ao inebriante e frutado aroma exalado pelas suas flores, semelhante a banana ou vinho do porto vintage. Tal se deve à presença de álcool isoamílico.

O perfume inebriante surge a meio do dia, quando as novas flores se abrem, e é mais forte no final da tarde e à noite.

Engana-se quem acha que os aromas que as plantas libertam servem apenas para agradar ao nosso olfato! Na realidade, tem uma função biológica importante para as plantas, atraindo criaturas polinizadoras que são necessárias para a sobrevivência da espécie.

Como é possível que na Austrália e Nova Zelândia seja sobejamente conhecida como Port Wine Magnolia e por cá a maioria das Quintas e produtores de vinho do Porto nunca tenham tido o prazer de inalar o seu maravilhoso perfume?

É uma das minhas árvores favoritas do jardim produtivo do Cantinho das Aromáticas.

Colho um punhado de flores e coloco no bolso da camisa, desfilo confiante e com um sorriso que deve parecer aos outros, o de um tolo.

O calor do meu corpo e o delas, unidos, garantem um fluxo constante deste perfume dos Deuses, apenas acessível ao meu nariz.

Mas a flor é traiçoeira, uma amante de um dia só. Na manhã seguinte já lá não está o seu cheiro, saiu sem avisar, deixando para trás algumas pétalas sem alma.

Tenho apenas alguns dias para voltar ao lugar onde nos conhecemos, porque o período de floração é curto, depois desaparecem sem deixar rasto.

Uma tarefa que se afigura complexa, não só pela sua extrema raridade nos jardins portugueses, mas sobretudo porque o seu período de floração se resume a poucas semanas.

Por isso, se o quiser sentir, tem mesmo que percorrer demoradamente os nossos jardins produtivos nos próximos dias. Inalar o seu aroma é uma das mais antigas e extraordinárias experiências olfativas do planeta Terra!



 

Share this:

HOMENAGEM DO ROTARY CLUB DE VILA NOVA DE GAIA

Expresso sincero e caloroso agradecimento ao Rotary Club Vila Nova de Gaia e à sua Presidente, Engª Mercês Ferreira, pela homenagem de mérito profissional do ano 2021.
 
Há 20 anos como ecoempresa em Vila Nova de Gaia, tem sido um percurso incrível! Muito nos orgulham as instituições locais, com todo o seu apoio e carinho.
 
Uma honra para toda a equipa do Cantinho das Aromáticas. Muito obrigado!
 


 

Share this:

Artemisia annua

A Artemisia annua é uma das plantas medicinais mais extraordinárias do jardim produtivo do Cantinho das Aromáticas.
 
O uso da planta e dos seus componentes é uma contribuição muito significativa da medicina tradicional chinesa para o mundo, destacando a utilização da artemisinina no tratamento da malária, potente e eficaz para o tratamento inclusive da malária cerebral e da malária falciparum, resistente a múltiplos fármacos.
 
Considerado o principal composto ativo da planta, a artemisinina foi a substância utilizada pelos investigadores que conquistaram o Prémio Nobel da Fisiologia e Medicina 2015, atribuído a três investigadores por duas descobertas na área da parasitologia. 
 
Metade do prémio para William Campbell, investigador na Universidade de Drew (Estados Unidos) e Satoshi Ōmura, investigador na Universidade de Kitasato (Japão), pela descoberta de uma nova terapia contra os parasitas que causam elefantíase e oncocercose (também chamada cegueira do rio). 
 
A outra metade para Youyou Tu, pertence à Academia Chinesa de Medicina Tradicional (China), pelas descobertas em novas terapias contra a malária.
 
Além da artemisinina, o complexo fitoquímico é composto por outras lactonas sesquiterpênicas, com inúmeras propriedades terapêuticas. 
 
O seu potencial terapêutico é incrível, sobretudo como antimalárico, antileishmaniose, cicatrizante, repelente, antiviral, antioxidante, antitumoral, antiulcerativa e larvicida.
 
Se pretender, poderá comprar esta planta em tabuleiros alveolados com 104 unidades. 
 
Todas certificadas em modo de produção biológico. Estarão prontas para entrega em meados de Maio.
 
Para mais informações, por favor envie um email para online@cantinhodasaromaticas.pt ou telefone para 227710301.
 

 

Share this:

Ofertas de Páscoa

As nossas infusões, tisanas, chás e condimentos BIO uniram-se a outros produtos de marcas nacionais, de fabrico artesanal, para lhe propor um conjunto de soluções mais sustentáveis, saudáveis e que apoiam a economia local.

Uma cuidadosa seleção, para oferecer nesta ocasião tão especial.

Quer seja particular ou empresa, faça os seus cabazes connosco! Encontra as nossas propostas nesta ligação.

Também poderá construir o cabaz de acordo com o orçamento pretendido.

Ao oferecer os nossos cabazes está a ajudar pequenas empresas, que produzem localmente e de forma sustentável produtos de grande qualidade. Do produtor para sua casa!

Para mais informações, enviar email para maria@cantinhodasaromaticas.pt
 

 

Share this:

Nuvem de pó - sinal de esperança

Nos últimos dias o país foi tomado por uma imensa nuvem de pó, que viajou do deserto do Saara, no norte de África, e cobriu vastas áreas da Península Ibérica. Um incómodo para a maioria de nós, uma bênção para ecossistemas terrestres e marinhos.

O que é hoje um dos maiores desertos do planeta, foi durante milhares de anos um lago que entretanto secou, expondo areias ricas em nutrientes, sobretudo ferro e fósforo, fundamentais no desenvolvimento das plantas e plâncton.

Dezenas de milhões de toneladas de pó viajam todos os anos do Saara para diferentes regiões, criando nuvens por vezes espessas e até chuva de lama.

Estas nuvens de pó servem de “combustível” para a floresta amazónica, atravessando regularmente o oceano Atlântico, carregadas de fósforo essencial à enorme biodiversidade, já que nos solos tropicais todo o que existe é facilmente lixiviado pela chuva frequente.

Cada vez mais cientistas afirmam que sem o seu fluxo regular, não seria possível tamanha biodiversidade.
Vivemos num paraíso absolutamente extraordinário. 

Para podermos sobreviver como espécie, é urgente formar o nosso legado, para que consigamos compreender e respeitar o mundo que nos rodeia.

O pó que viaja de um extinto lago do norte de África, hoje um lugar inóspito, vai fertilizar solos e oceanos em vários lugares do mundo.

Estamos demasiado distraídos para perceber que a incómoda nuvem de pó é afinal um enorme sinal de esperança.
 

 

Share this: