Açafrão, a especiaria da vida

O Crocusbank project, um projecto da Comissão Europeia, visa conservar e aumentar a variabilidade genética do Crocus sativus (açafrão), a mais valiosa das especiarias. Nesta planta são os estigmas vermelhos a parte mais valiosa, muito utilizada em culinária.

O seu cultivo já se faz há mais de 3500 anos, mas a espécie é desconhecida no estado selvagem. É poliplóide (apresenta um número múltiplo do conjunto cromossómico original da espécie que lhe deu origem) e estéril. Não produz sementes, dependendo do homem para o propagar vegetativamente, dai a sua variabilidade genética ser baixa.

Geneticistas ajudaram a localizar mais de 100 selecções diferentes, muitas delas variedades cultivadas por pequenos produtores durante várias gerações, do sul da Europa até ao Irão.

Deixo-vos um interessante vídeo sobre o cultivo do açafrão no Irão, um dos maiores produtores do mundo.


E algumas fotografias da planta, gentilmente cedidas por um pequeno produtor português (e penso que único também), na zona de Pinhel (Guarda), o Sr. Joaquim Coelho.


Share this:

CONVERSATION

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá, em tempos comprei uns bolbos de açafrão e segui as dicas do vendedor produtor francês, nunca regar, acho esqusito pois ja passou 1 mês e meio e ainda não rebentaram, hoje desenterrei um bolbo e esta intacto...será que terei de regar visto esta Zona de leiria ser bastante quente e pouco Humida?

Parebens pelo filme e pelo vosso sucesso.

luisfrancisco

helder silva disse...

Boa tarde, os meus bulbos deram este ano a primaveris vez, tão lindos e o açafrão tem ótimo aspecto, daqui a um mês já o provo, para quem quiser fazer um belo prato com açafrão em estigma nacional contacte: acafraodeportugal@gmail.com