Novas latas de ervas biológicas Cantinho das Aromáticas

O Cantinho das Aromáticas lançou recentemente novos produtos, latas de ervas secas biológicas, para preparação de infusões ou utilização condimentar. Estas já se encontam disponíveis em diversas lojas espalhadas por todo o país. Disponíveis aqui.

Numa embalagem totalmente reciclável, disponível em 2 tamanhos, estão acondicionadas as plantas, na completa ausência de luz, fundamental para garantir a qualidade e a longevidade do produto.

Disponíveis as seguintes ervas:

Alecrim folha [20 e 40 grs]
Fortemente aromático, quente e apimentado. Tradicionalmente utilizado em problemas de anorexia, falta de memória, digestões lentas, flatulência e também como activador da circulação e anti-inflamatório. Na cozinha liga bem com peixes, vitela, carneiro e porco.

Equinácea planta [40 grs]
De sabor muito agradável, tradicionalmente utilizada como estimulante do sistema imunitário, aumentando a resistência do organismo às infecções, como constipações e gripes, favorecendo a cicatrização de feridas.

Erva-cidreira planta [40 grs]
Com um agradável aroma a limão, esta planta é tradicionalmente utilizada como sedativa, digestiva e contra a flatulência.

Erva-príncipe folha [20 e 40 grs]
Com um sabor refrescante a limão, é tradicionalmente utilizada em problemas digestivos, flatulência, contra a tosse, asma e para baixar a febre.

Hipericão-do-Gerês planta [40 grs]
De perfume suave, é tradicionalmente usado como anti-séptico, diurético, sedativo, em problemas de fígado e cólicas.

Hortelã-pimenta folha [20 e 40 grs]
Liberta um maravilhoso perfume fresco e fortemente mentolado. Tradicionalmente utilizada em problemas digestivos, como anti-séptica e tranquilizante suave, estimulante da secreção biliar e dos sucos digestivos. Na cozinha liga bem com sopas, legumes e sobremesas de chocolate.

Limonete; lúcia-lima folha [20 e 40 grs]
Com um fresco e doce aroma a limão, é tradicionalmente usado como digestivo, calmante suave e na ausência de apetite.

Loureiro folha [20 grs]
De aroma doce e balsâmico, muito utilizado em culinária, pois auxilia a digestão. Liga bem com carne de vaca, frango, peixe, caça e molhos. Não deve ser utilizado durante a gravidez.

Tomilho bela-luz; sal-purinho folha [20 e 40 grs]
Com um forte e agradável aroma, tradicionalmente utilizado como digestivo e expectorante, também em casos de bronquites, gripes, febres e constipações, pelas suas propriedades anti-sépticas e anti-inflamatórias. Na cozinha é utilizado como substituto do sal em todo o tipo de pratos.

Tomilho-limão folha [20 e 40 grs]
Com um agradável aroma a limão, é tradicionalmente utilizado em problemas respiratórios, digestivos e para acalmar a tosse. As folhas são utilizadas para condimentar pratos de peixe, aves e saladas.

Entre as várias características que as distinguem:
  • Todas as plantas são produzidas e cultivadas na exploração, nenhuma é colhida na natureza, contribuindo para a preservação dos ecossistemas;
  • Cultivos biológicos certificados pela ECOCERT PORTUGAL;
  • A designação Agricultura Portugal garante ao consumidor que as matérias-primas são produzidas integralmente no nosso país;
  • Colhidas no momento em que os princípios activos estão mais concentrados;
  • Produzidas e transformadas no mesmo local, permitindo uma manipulação mínima das matérias-primas;
  • Transportadas do campo para a secagem em pequenas quantidades para evitar perdas de qualidade;
  • Secas em condições de ambiente e luz controlados, não ultrapassando temperaturas excessivas, mantendo assim todos os compostos e substâncias voláteis, além de garantir uma cor muito próxima da original, o que contribui para a sua durabilidade;
  • Baixo custo ambiental por envolverem pouca logística e transportes – baixa emissão CO2;
  • Consumo muito baixo de água de rega pela utilização de um sistema de baixa dotação de água;
  • Cultivo de espécies espontâneas no país, perdidas na tradição gastronómica portuguesa, como é o caso do tomilho bela-luz e da erva-peixeira;
  • Água, solos e plantas analisadas frequentemente, microbiologicamente e quimicamente;
  • Utilização fidedigna de espécies – inovador sistema de produção;
  • Todo o produto, desde a embalagem aos rótulos, foi desenvolvido e produzido em Portugal, numa das raras Quintas em espaço urbano, que pratica Agricultura Biológica na Europa.

Share this:

CONVERSATION

1 comentários:

ernesto disse...

Luis, muitos parabéns pelo site, está simplesmente espectacular.
Em relação às novas latas de ervas biológicas estou interessado em comercializar na farmácia e para-farmácia.
Abraço, Nuno.